Foto: Mosteiro

Clube de Viagens Culturais

Visita Guiada à Rota do Românico
Dia 02 julho (sábado)
PROGRAMA
09h00 – Partida da  entrada do campus da UTAD (15 minutos de tolerância)
 
10h00 – Mosteiro do Salvador de Freixo de Baixo

A origem do Mosteiro de Freixo de Baixo é anterior a 1120 e enreda-se nos habituais patrocínios familiares, como assinala o autor da Corografia Portuguesa em 1706: “fundado pelos annos de 1110 por Dona Gotinha Godins, mulher de Dom Egas Hermigis o Bravo, sogros de Dom Egas Gozendes, que viveo em tempo delrey Dom Afonso o Sexto”
 
11h00 – Mosteiro de Santa Maria de Pombeiro

O Mosteiro de Pombeiro é fundado, segundo a tradição, em 1059, apesar da mais antiga referência documental conhecida apontar para o ano de 1099.
 
12h30 – Igreja de São Mamede de Vila Verde

Os documentos mais antigos referem a existência da Igreja de São Mamede já em 1220, na altura integrando o padroado do Mosteiro de Santa Maria de Pombeiro.
13h00 – Pic Nic no parque da Torre de Vilar 
15h00 – Torre de Vilar
A Torre de Vilar, construída entre a segunda metade do século XIII e o início do século XIV, evidencia o  poder senhorial sobre o território, sendo um testemunho da existência da domus  fortis, uma residência senhorial fortificada no Tâmega e Sousa.
16h00 – Casa de Vilar | Museu de Imagem Animada
18h00 – Mosteiro do Salvador de Travanca

A tradição atribui a fundação do Mosteiro do Salvador de Travanca a Garcia Moniz, filho de Moninho Viegas, o Gasco, na segunda metade do século XI. Ao longo da Idade Média, Travanca mostrará uma influência relevante no controlo económico, político e religioso da região, fosse por doações ou pela zelosa administração dos seus bens.
19h30 – Chegada a Vila Real
Custo: em torno de 20-25 euros/pessoa, conforme número de inscritos (preço inclui: transporte em autocarro, taxa de abertura de monumentos, acompanhamento por um técnico intérprete do património, evento cultural surpresa).
O pagamento efetua-se no local. Os inscritos que não compareçam terão de pagar o custo da viagem.
Inscrições até dia 28 de junho, limitadas a 25 pessoas [AQUI]